21/02/2020 – Internet
Decidiu cair na folia e levar o celular? Então, se liga nas dicas!

Ah, o Carnaval… festa cultural que comove a massa de todo Brasil. Há quem diga que o ano só começa após ele, então quem vai duvidar?! Mas para curtir e celebrar o carnaval numa boa, alguns cuidados devem ser tomados, especialmente com a tecnologia.

Atualmente, a tecnologia está em toda parte. No bolso do folião, por exemplo, uma pequena-grande ferramenta está presente: o celular. Quem não gosta de tirar uma selfie ou postar nos stories com a localização do bloco da vez? Além do bolso, nas próprias ruas mecanismos estão postos para monitoramento, tanto com relação a violência quanto para o entretenimento E ainda tem aquele “folião” que não está nas ladeiras de Olinda, mas não deixa de “brechar” o que todo mundo tá fazendo lá.

Pensando nisso tudo e mais um pouco, separamos algumas dicas para você curtir o carnaval e não se aperrear. Dá uma olhada!

Decidiu cair na folia e levar o celular? Então, se liga nas dicas!

DICA 01 – Ative o bloqueio da tela do celular com uma senha ou com a sua digital. Essa simples ativação já garante uma boa proteção as suas fotos, arquivos e senhas, caso o celular seja roubado ou furtado. E não vamos esquecer de colocar senhas em nossos aplicativos como whatsApp, email, instagram, etc. Assim, estaremos protegidos, pois caso consigam a senha de desbloqueio do aparelho, ainda terão o bloqueio com as senhas do aplicativo.

DICA 02 – Faça o backup dos seus arquivos! Na Apple a ativação de Armazenamento e Backup fica por conta das configurações do iCloud, enquanto no Android, através da Google, você pode ativar o recurso de Backup e Restauração nas Configurações. Essa medida irá proteger seus contatos, emails e agenda. Para as fotos e demais arquivos, a sugestão é jogar o teu conteúdo no iCloud, Dropbox, OneDrive e Flickr. Vai ficar tudo seguro na nuvem! E não terá problema se “de repente” as fotos sumirem do celular!

DICA 03 – Vai tirar foto ou filmar os momentos carnavalescos? Então, se liga! Fotografar, filmar e compartilhar a imagem de pessoas em situações de constrangimento (ou não!) sem a autorização delas pode te trazer um problemão! Além de pagar uma indenização por danos morais a quem apareceu na foto ou no vídeo, dependendo do conteúdo desses arquivos, você ainda pode responder a um processo criminal. Então, fique ligado e caia na folia com responsabilidade!

DICA 04 – Evite “se perder” do seu grupo! Mas se isso acontecer… Há a possibilidade de compartilhamento de localização em tempo real disponível no Whatsapp que permite rastreamento da pessoa por até 8h. Isso facilitará o reencontro na folia!

DICA 05 – E falando em rastreamento, alguns smartphones disponibilizam aplicativos internos de rastreamento de grupos que estão cadastrados. No iPhone você pode encontrar essa função nos apps “Buscar” e “Amigos”.

DICA 06 – Para brincarmos seguros vale essa última dica: você sabia que pode bloquear seu celular através do IMEI (Identificação Internacional de Equipamento Móvel)? O IMEI pode vir na caixa do aparelho ou na bateria, mas também pode ser consultado ao digitar o código *#06#. Anote o número de quinze dígitos, esses números poderão ser úteis em caso de roubo ou furto para a realização do boletim de ocorrência e solicitação do bloqueio do IMEI, fazendo com que seu celular fique bloqueado. Caso ocorra o furto, não esqueça de fazer o Boletim de Ocorrência.

DICA 07 – Cadastre seu celular no site da SDS/PE “Alerta Celular”. Assim, caso você perca seu celular e ele seja encontrado pela Polícia do nosso estado, eles poderão identificar que aquele aparelho encontrado pertence a você, facilitando, assim, a devolução do bem.

DICA 08 – Você também pode rastrear seu aparelho por conta própria. Os sistemas operacionais iOS e Android permitem que você encontre, em um mapa, onde estão os dispositivos vinculados à sua conta. Mas para isso você precisa, no caso do Android, manter ativada a opção “encontrar meu dispositivo” que fica no seguinte roteiro: Configurações > Google > Segurança > Meu dispositivo e manter ativado o GPS para garantir o rastreamento. Feito isso é necessário acessar o site do “rastreador do dispositivo android” (dá um Google que você acha!). A partir daí as informações do seu smartphone aparecerão na tela do seu PC e você tem 3 opções:

  1. Reproduzir som para que você ache o aparelho perdido;
  2. Bloquear o aparelho;
  3. Limpar, apagando completamente todas as informações contidas no seu aparelho.

Mas se seu aparelho é um iPhone é necessário manter o app “Buscar iPhone” ativado. Assim, quando houver a perda, furto ou roubo basta acioná-lo a partir de outro iPhone e localizar o seu aparelho. Mas se este app estiver desligado é necessário entrar no iCloud, a partir do seu PC, e solicitar a alteração da senha do ID Apple. Ao fazer essa alteração, você impede que outras pessoas acessem os seus dados tanto do iCloud quanto de outros serviços como iTunes, etc. Além disso, o acesso por esse App te permite a escolha do que fazer com os dados do teu aparelho, assim como o Android. Ou seja, acionar um alarme, ligar o “modo perdido” (que trava o smartphone) ou apagar a memória.

Agora sim estamos preparados! Vamos cair na folia?!

E se passar o carnaval e você não tiver seguido nossas dicas? Calma que a gente também traz outras informações para vocês. Se liga!

DICA 09 – Brincou o carnaval e foi furtado ou roubado? O primeiro passo é ligar para sua prestadora e pedir que o bloqueio seja feito. Só é preciso informar o número do celular. Não há mais necessidade de fornecer o IMEI (sequência de números que identifica o celular internacionalmente).

Ao bloquear o aparelho, a prestadora inclui o celular no Cadastro Nacional de Estações Móveis Impedidas (CEMI). Feito isso, quem quer que esteja com o aparelho, não poderá usá-lo. Além disso, quem perdeu o celular e, depois de bloqueá-lo, reencontrou o aparelho, pode fazer o desbloqueio ligando novamente para a prestadora. Não esqueça de ir até uma delegacia e registrar ocorrência ou fazer o registro pela internet, se a polícia da sua região permitir fazer ocorrência online em caso de furtos, certo?

Mas presta atenção! O aparelho só será bloqueado definitivamente depois que apresentar para a prestadora o boletim de ocorrência (BO) ou um documento que comprove a relação de consumo (como nota fiscal). Isso deve ser feito em até 48 horas após o bloqueio temporário. E não esqueça, na primeira oportunidade, acesse a internet e altere as senhas de contas usadas no seu smartphone. E-mail, Facebook, Instagram ou Twitter, por exemplo.

Além dessas dicas a gente indica que brinquem com segurança, se hidratem, se divirtam de forma consciente e sempre respeitando o próximo. E qualquer dúvida, chama a gente!

 

 

Bárbara Santini

Coordenadora de conteúdo da PlacaMãe.Org_. Advogada. Pós-graduanda em Direito Processual. Alumna do curso de extensão de Governança da Internet da EGI. Alumna do Curso de extensão sobre Lei Geral de Proteção de dados pessoais pela DataPrivacyBrasil.

Curtir

Compartilhar